5 motivos pelos quais os introvertidos costumam ser grandes empreendedores

Leitora

Fonte: 5 Reasons Introverts Make Great Entrepreneurs
Yogesh Choudhary | 20 Agosto, 2018

Nerds, geeks, esquisitos e agora introvertidos: a sociedade extrovertida em que vivemos sempre alimentou alguns preconceitos estranhos em relação às pessoas estudiosas. Mas pense no Warren Buffett. Um dos empresários mais ricos e influentes do mundo, que se orgulha tanto de seus hábitos de leitura quanto de sua introversão. Porque, contra todas as probabilidades, introvertidos realmente são líderes excepcionais?

Pessoas quietas são melhores ouvintes

Carl Jung descreveu os introvertidos “preferindo pequenos grupos de pessoas a grandes grupos e desfrutam de atividades como ler, escrever e pensar”. Outra coisa que eles gostam é ficar quieto e ouvir o que aqueles ao seu redor têm a dizer. Em termos de empreendedorismo, isso não é um traço comum.
Um trabalho importante sobre esse fenômeno, escrito por Susan Cain, foi apropriadamente intitulado “O poder dos quietos: como tímidos e introvertidos podem mudar um mundo que não para de falar.” De acordo com a autora, esse poder vem de uma capacidade surpreendentemente única de manter a boca fechada e engajar outra valiosa habilidade de liderança: a escuta ativa.
Isso não é apenas crucial em situações de negócios, quando os clientes precisam serem ouvidos e reconhecidos, mas também é muito importante para o trabalho em equipe e o envolvimento dos funcionários. Estando prontos, dispostos e capazes de ouvir as ideias de outras pessoas, os empreendedores introvertidos têm maior probabilidade de resolver problemas e incentivar o crescimento.

Introvertidos se sentem confortáveis em seu canto

Em vez dos holofotes, que eles não se importam em compartilhar, os introvertidos buscam um distanciamento criativo. Mas, embora prosperem na criatividade e sejam muito apaixonados por suas idéias, essas pessoas nunca anseiam por glorificação, nem gostam particularmente dela. Eles são artistas pela arte, indiferentes à fama.
Por causa disso, podemos sempre confiar em nossos líderes introvertidos para recuar para o seu canto e continuar trabalhando no problema até que eles encontrem a melhor solução. E, se alguém resolver o problema antes deles, eles não receberão nenhum crédito. Nesse sentido, introvertidos são ótimos para trabalharem em equipe.

A solidão desencadeia o pensamento criativo

Um introvertido é uma banda de um homem só, e a solidão é o seu instrumento principal. Estar confortável trabalhando sozinho é um grande benefício para os empreendedores, especialmente nos primeiros momentos. Quando chega a hora da verdade, eles não se importam em tomar grandes decisões, mesmo quando isso implica assumir a responsabilidade exclusiva pelos resultados.
Além disso, a solidão desencadeia o pensamento criativo. Outra pesquisa, feita pelo Dr. Mihaly Csikszentmihalyi, autor de “Fluir”, dá evidências científicas de que criadores excepcionais são geralmente introvertidos. Albert Einstein, Isaac Newton e James Clerk Maxwell, todos engenhosos pensadores, trabalharam todos sozinhos.

Introvertidos são focados, mas humildes

Criar na solidão é fácil quando você é sua própria fonte de motivação e recompensa. Enquanto os extrovertidos buscam a afirmação externa, os introvertidos são intrinsecamente motivados e autossuficientes. Eles raramente precisam de orientação profissional ou apoio emocional, pois todos os seus fluidos criativos fluem de dentro para fora.
Nem preciso dizer que esse nível de auto-suficiência elimina todas as distrações. Não tendo que esperar pela confirmação e aprovação de ninguém, os introvertidos trabalham em prol de seus objetivos com total comprometimento e super foco. Tudo isso contribui para sua produtividade, tornando-os altamente eficientes como empreendedores.
Porque eles buscam afirmação de si mesmos e não de outros, pessoas introvertidas também são muito humildes. A humildade é uma virtude há muito esquecida nesse mundo de negócios predominantemente egoísta, mas ainda é uma habilidade vital das pessoas que estimula os outros a ajudá-lo quando você falha, ao inves de se deleitarem com o seu infortúnio.

Introvertidos são muito mais realistas

É da natureza dos introvertidos repelirem pessoas que dizem sim para tudo. Ao encorajar os outros a expressarem suas opiniões, e permanecendo silenciosamente analíticas, esses líderes têm a oportunidade de obter uma visão muito mais profunda. Como sua visão é tão holística, os introvertidos são muito mais realistas do que os extrovertidos famintos por feedback.
Um estudo de 2006 conduzido por pesquisadores das universidades de Yale e Stony Brook provou isso dando aos participantes, introvertidos e extrovertidos, um teste contendo palavras de vários conteúdos emocionais escritos em fontes de cores diferentes – e dando-lhes a tarefa de identificar rapidamente a cor ignorando a palavra.
Introvertidos pontuaram melhor que os extrovertidos, demonstrando que não podem ser facilmente distraídos pelo conteúdo emocional. No contexto do empreendedorismo, essa mentalidade menos emocional e mais realista permite que os introvertidos mantenham a mente clara sob pressão e mantenham a calma diante da adversidade.

 

Então, da próxima vez que alguém te chamar de nerd socialmente desajustado, apenas pegue seus livros e encontre outro lugar de leitura silencioso. Está em seu perfil psicológico permanecer imune a esses obstáculos, então permita que sua natureza faça o que faz melhor: ficar calmo e pronto para fazer as coisas do seu jeito.

Comentários (1)